ATIVIDADE DE RECEPÇÃO

 

CONCEITO

Consiste em receber os que chegam ao Centro Espírita, de forma fraterna e solidária, conforme orienta o Evangelho à luz da Doutrina Espírita.

 

FINALIDADE

Acolher fraternalmente os que procuram o Centro Espírita, principalmente os que chegam pela primeira vez, esclarecendo, orientando e informando sobre as atividades, reuniões e cursos realizados na Casa Espírita.

A “recepção” deve estar presente em todas as atividades da Casa Espírita.

 

COMO IMPLANTAR

Selecionar e treinar os colaboradores que tenham um perfil adequado para a tarefa: conhecimento evangélico-doutrinário, maturidade emocional, bom senso, ausência de preconceitos, simpatia, alegria, afetividade, naturalidade e segurança.

 

DESENVOLVIMENTO DA ATIVIDADE

Após as devidas identificações como recepcionista:

  • Cumprimentar e dar as boas-vindas.

  • Colocar-se à disposição para eventuais informações.

  • Colocar aquele que chega à vontade, sem constrangê-lo.

  • Orientar sobre o funcionamento do Centro Espírita, disponibilizando os diversos tipos de atividades e cursos oferecidos.

  • Responder dúvidas e indagações, de maneira clara, objetiva, direta, concisa, imprimindo afetividade, naturalidade e segurança.

  • Encaminhar o visitante à área desejada ou à pessoa que possa, de maneira mais específica, auxiliá-lo.

 

BENEFÍCIOS
  • Abre as portas da Casa Espírita àqueles que a procuram.
  • Oferece orientação adequada.

  • Cria um clima de afetividade e segurança.

 

CARACTERÍSTICAS DESEJÁVEIS DO RECEPCIONISTA
  • Facilidade de se relacionar com outras pessoas. Saber tratar as pessoas com generosidade, simpatia, brandura, indulgência e segurança;
  • Memorizar fisionomias e nomes. Comunicar-se adequadamente;

  • Equilíbrio para não se irritar com a agitação dos locais de grande movimento de pessoas;

  • Discernimento para não se perturbar diante das situações, como por exemplo, lidar com pessoas revoltadas e alcoolizadas;

  • Conhecimento e Habilidade para não absorver para si problemas alheios, na ânsia de resolvê-los;

  • Boa Moral é indispensável. Se o recepcionista não tiver um comportamento saudável, será difícil sintonizar com os Bons Espíritos. Prece, interesse fraternal e equilíbrio emocional.

  • Participação ativa em pelo menos um grupo de estudos na Casa Espírita;

  • Tarefas na Casa -  ser um trabalhador envolvido e comprometido com tarefas da Casa;

  • Conhecimento da Doutrina Espírita: não se pode fazer uma boa recepção na  Casa Espírita sem conhecer o Espiritismo. Seria mo mesmo que trabalhar em alguma coisa que não se conhece. Uma boa familiaridade com as obras da Codificação é essencial... 

 

DOCUMENTOS PARA DOWNLOAD

Temos 2709 visitantes e Nenhum membro online