• Joanna e Jesus – Uma história de amor

    SINOPSE

    Apresenta a trajetória sublime de um espírito que há mais de dois mil anos, pelo seu amor incondicional, serenou caminhos com sua presença ao lado do Cristo na Idade Média e ascendeu como heroína das lutas pela Independência do Brasil, exaltando o papel de mulher no século XVII. Uma viagem pela história desde o momento em que Joanna aderiu ao grupo dos primeiros cristãos, martirizando-se em nome da verdade até os dias atuais como a benfeitora e orientadora daquele que é o maior divulgador pessoal do espiritismo no mundo todo: Divaldo Franco.

  • Entrevistando Allan Kardec

    SINOPSE

    O homem está ali. Vês? Ali, logo adiante. Como dirigir-

    lhe a palavra? Que perguntas fazer?

    Com simplicidade e argúcia, Suely Caldas Schubert toma à frente esse papel, entrevistando aquele que, em nome da Humanidade inteira, indagou um dia os Espíritos.

    Em Entrevistando Allan Kardec, a autora demonstra a atemporalidade do pensamento do Codificador do Espiritismo, ao selecionar escritos dele para responder a questionamentos atuais no milênio que se inicia. As respostas, esparsas na vasta obra por ele assinada, foram pinçadas de O livro dos espíritos Obras póstumas, perpassando, nesse ínterim, a Revista Espírita e todos os demais registros de Kardec.

    Estas páginas são asas: pela imaginação, alçam-nos à presença do amigo íntimo do Cristo, missionário da Terceira Revelação, instrumento da Verdade. Nos altos cimos em que se encontra, aguarda-nos ele para nos dar sua palavra lúcida e boa. Vamos a ela.

  • Biografia de Allan Kardec

    SINOPSE

    Com base em dados colhidos na Revista Espírita e em Obras póstumas, esta Biografia de Allan Kardec constituiu-se, durante mais de meio século, na única fonte biográfica (em francês) que retratava a vida e a obra do Codificador do Espiritismo, sobretudo as lutas e os desafios enfrentados para que o Consolador prometido por Jesus se materializasse definitivamente na Terra.

    Ao ler estas páginas de rara beleza, sentimos vibrar a alma de Allan Kardec a irradiar-se e se mostrando como sempre foi: homem bom, generoso e benevolente, mesmo em relação aos inimigos. Por mais que o atacassem, o desacreditassem e caluniassem, Kardec se mostrava tolerante e calmo, contestando, com argumentos irrefutáveis, os ataques dirigidos contra a Doutrina Espírita, preferindo ignorar as injúrias e as maldades que lhe chegavam de toda parte.

    Nesta obra quase autobiográfica, Allan Kardec virá, de alguma sorte, descrever a si mesmo, revelando a todos o pensador profundo e leal, o escritor vigilante e preciso, o espírita esclarecido e convicto, afável e tolerante, que regulava sua conduta de acordo com os princípios que professava.

  • Testemunhos de Chico Xavier

    SINOPSE

    Nesta obra, composta de cartas escritas por Francisco Cândido Xavier entre 1943 e 1964, o próprio Chico apresenta ao leitor a intimidade de suas lutas.

    Endereçada a Antônio Wantuil de Freitas, presidente da Federação Espírita Brasileira por 27 anos, essa correspondência particular recebe de Suely Caldas Schubert cuidadosa organização e minuciosos comentários.

    As 106 cartas que integram estas páginas trazem a público testemunhos silenciosos e desconhecidos que Chico Xavier travou em sua tarefa mediúnica e caritativa em prol do Espiritismo, bem como a resignação bendita de quem aceita as cruzes sob as quais comprometeu-se a viver.

    Sua obra psicográfica é eloquente lição de Doutrina Espírita. Contudo, seu maior livro é a sua vida, que ele escreve página a página com as tintas do próprio suor, com sofrimentos e lágrimas na jornada sacri- ficial a que se impôs.

Menu

×