• O que é o Espiritismo

    SINOPSE

    Primeiro livro publicado sob os auspícios da FEB, traduzido pela Redação de Reformador, em 1884.
    Obra sempre atual, útil aos adeptos da Doutrina Espírita, como também àqueles que desejam conhecer a natureza do Espiritismo e a definição de seus pontos fundamentais.
    Divide-se em 3 capítulos:
    O primeiro, sob a forma de diálogos com um crítico, um cético e um padre, traz respostas àqueles que desconhecem os princípios básicos da Doutrina, bem como apropriadas refutações aos seus contraditores.
    O segundo capítulo expõe partes da ciência prática e experimental, caracterizando-se como um resumo de O livro dos médiuns.
    No terceiro capítulo, é publicado o resumo de O livro dos espíritos, com a solução, apontada pela Doutrina Espírita, de problemas de ordem psicológica, moral e filosófica.

  • O espiritismo na sua expressão mais simples – Trad. Evandro Noleto Bezerra

    SINOPSE

    Com o intuito de popularizar o Espiritismo e tornar mais fácil e ágil a sua divulgação, Allan Kardec, sem prejuízo das obras básicas da Doutrina Espírita, redigiu uma série de opúsculos e os distribuiu por toda a França, em valores bastante acessíveis à população interessada.
    Esta obra encerra a tradução integral de quatro deles:
    O espiritismo na sua expressão mais simples; Resumo da lei dos fenômenos espíritas; Caráter da revelação espírita e Catálogo racional das obras para se fundar uma biblioteca espírita. Agregamos ainda, sob a forma de apêndice, o livreto Discursos pronunciados pelo monumento, que trata da inauguração do dólmen do Codificador no Cemitério do Père-Lachaise, em Paris, no dia 31 de março de 1870.
    É a pena erudita e inspirada de Allan Kardec que, mais uma vez, se revela em todo o seu esplendor.

  • O que é o espiritismo

    SINOPSE

    Publicado pela primeira vez em 1859, este livro é uma espécie de introdução ao estudo da Doutrina Espírita, um manual que discorre sobre os pontos fundamentais do Espiritismo, em linguagem fácil e acessível a todas as inteligências. Divide-se em três capítulos:
    O primeiro, sob a forma de diálogos com um crítico, um cético e um padre, traz respostas àqueles que desconhecem os princípios básicos da Doutrina, bem como apropriadas refutações aos seus contraditores.
    O segundo capítulo expõe partes da ciência prática e experimental caracterizando-se como um resumo de O livro dos médiuns.
    O terceiro capítulo é uma síntese de O livro dos espíritos, com a solução, apontada pela Doutrina Espírita, de problemas de ordem psicológica, moral e filosófica com que se debatia a humanidade.

  • A Gênese – Trad. Evandro Noleto Bezerra

    SINOPSE

    Obra que compõe a Codificação Espírita, A Gênese, os milagres e as predições segundo o Espiritismo tem como base a imutabilidade das Leis divinas em dezoito capítulos, divididos em três partes distintas.
    A primeira parte analisa a origem da Terra e as gêneses orgânica, espiritual e mosaica, de forma lógica e racional, deixando de lado as interpretações misteriosas e as fantasias pueris sobre a criação do mundo.
    A segunda parte aborda a questão dos “milagres” de Jesus, explicando a natureza dos fluidos e os fatos extraordinários contidos no Evangelho.
    A terceira parte enfoca as predições do Evangelho, os sinais dos tempos e a geração nova, concitando os homens à prática da justiça, da paz e da fraternidade, abrindo assim uma Nova Era para a regeneração da humanidade.

  • O céu e o inferno – Trad. Evandro Noleto Bezerra

    SINOPSE

    Parte do conjunto de cinco obras que formam a Codificação Espírita, O céu e o inferno foi compilado por Allan Kardec e publicado pela primeira vez em 1865.
    Dividido em duas partes, o livro apresenta a ação da Justiça divina e a jornada que aguarda o Espírito assim que ele deixa o plano terrestre.
    A primeira parte da obra apresenta as diferentes crenças sobre céu e inferno, anjos e demônios, punições e recompensas depois da morte, além de análises dos conceitos sob o ponto de vista das próprias Leis da Natureza. Já a segunda parte aborda a real situação da alma, tanto durante o processo de desencarnação quanto após a morte, baseada em exemplos e depoimentos de inúmeros Espíritos bem-sucedidos ou não em suas experiências. O céu e o inferno ajuda a esclarecer mais uma face da vida além-túmulo, com suas recompensas e adversidades, de acordo com o mérito de cada um.

  • O evangelho segundo o espiritismo – Trad. Evandro Noleto Bezerra

    SINOPSE

    Terceira obra da Codificação Espírita, O evangelho segundo o espiritismo foi publicado pela primeira vez em 1864, na França, sendo hoje o livro espírita mais lido no Brasil.
    Escrito em linguagem simples e acessível a todas as inteligências, sem figuras nem alegorias, contém a essência do ensino moral de Jesus. Por isso mesmo, é o abrigo onde os adeptos de todas as religiões podem reunir-se, o estandarte sob o qual todos os crentes podem colocar-se, porquanto jamais foi objeto das disputas religiosas que, em todas as épocas e em todos os lugares, têm dividido a Humanidade.
    Estruturado em 28 capítulos eminentemente consoladores, este livro oferece um roteiro seguro para a nossa reforma íntima, objetivo apontado pelo Cristo de Deus como indispensável para alcançarmos a felicidade vindoura, a paz interior que tanto almejamos, essa conquista que somente a observância integral das Leis divinas pode proporcionar ao Espírito imortal na sua ascensão evolutiva para Deus.

  • O livro dos médiuns – Trad. Evandro Noleto Bezerra

    SINOPSE

    “Médium é toda pessoa que sente, num grau qualquer, a influência dos Espíritos. […] Pode-se, pois, dizer que todos são mais ou menos médiuns.”
    Publicado pela primeira vez em 1861, O livro dos médiuns é a segunda obra da Codificação Espírita compilada por Allan Kardec. Indicado para todos os interessados em fenômenos mediúnicos, o livro é considerado o mais completo manual explicativo das atividades de comunicação com o mundo espiritual, apresentando gêneros e formas de manifestações, além de excelente vocabulário de termos relacionados ao Espiritismo.
    Traduzida nesta edição por Evandro Noleto Bezerra, a obra apresenta o desenvolvimento da mediunidade, as dificuldades e os obstáculos que podem acompanhar o trabalho e a prática do Espiritismo. Uma vez que somos, quando encarnados, canais entre os planos material e espiritual, é essencial que conheçamos profundamente todos os aspectos desse relacionamento, para atingir, com sucesso, os objetivos desejados.

  • O livro dos espíritos – Trad. Evandro Noleto Bezerra

    SINOPSE

    “Os seres materiais constituem o mundo visível ou corpóreo, e os seres imateriais, o mundo invisível ou espiritual, isto é, dos Espíritos.”
    Originalmente publicado em 1857, O livro dos espíritos marca o nascimento da Doutrina Espírita e inicia o conjunto de cinco publicações que formariam a Codificação Espírita organizada por Allan Kardec.
    Considerado o Consolador Prometido por Jesus Cristo, o Espiritismo apresenta um novo caminho e a crença de que a vida continua após a morte.
    Texto fundamental para conhecer e estudar a Doutrina Espírita, O livro dos espíritos traz 1.019 perguntas, sobre diversos temas, feitas por Kardec com as respectivas respostas dos companheiros espirituais, permitindo que possamos conhecer e entender inúmeras ações que nos acompanham diariamente. Esta edição da obra conta com cuidadosa tradução de Evandro Noleto Bezerra, a partir de originais franceses — da 2ª à 12ª edição do livro.

  • Obras póstumas Trad. Guillon Ribeiro

    SINOPSE

    Publicado após a desencarnação de Allan Kardec, este livro apresenta, logo no começo, bem escrita biografia do Codificador, seguida do discurso pronunciado por Camille Flammarion quando do seu sepultamento.
    Reúne importantes registros deixados por Allan Kardec e se divide em duas partes. A primeira aborda assuntos como:
    profissão de fé espírita raciocinada; caráter e consequências religiosas das manifestações dos Espíritos;
    estudo sobre a natureza do Cristo; influência perniciosa das ideias materialistas; as expiações coletivas; o egoísmo e o orgulho; liberdade, igualdade, fraternidade etc.
    A segunda inclui apontamentos acerca da iniciação espírita de Allan Kardec; sua missão na Terra; mensagens do Espírito de Verdade e de outras entidades venerandas; o auto de fé de Barcelona; o roteiro missionário do Codificador, assim como uma “exposição de motivos”,
    apresentada na “Constituição do Espiritismo”, como legado do mestre lionês às sociedades espíritas do futuro.

  • O céu e o inferno – Trad. Manuel Quintão

    SINOPSE

    É uma das cinco obras básicas da Codificação do Espiritismo. Seu principal escopo é explicar a Justiça de Deus à luz da Doutrina Espírita. Objetiva demonstrar a imortalidade do Espírito e a condição que ele usufruirá no mundo espiritual, como consequência de seus próprios atos.
    Divide-se em duas partes:
    A primeira estabelece um exame comparado das doutrinas religiosas sobre a vida após a morte. Kardec procura elucidar temas como: anjos, céu, demônios, inferno, penas eternas, purgatório, temor da morte, a proibição mosaica sobre a evocação dos mortos etc. Apresenta, também, a explicação espírita contrária à doutrina das penas eternas.
    A segunda parte, resultante de um trabalho prático, reúne exemplos acerca da situação da alma durante e após a desencarnação. São depoimentos de criminosos arrependidos, de Espíritos endurecidos, de Espíritos felizes, medianos, sofredores, suicidas e em expiação terrestre.

Menu

×